domingo, 18 de outubro de 2015

Que nojo!

Acho que as coisas precisam voltar a ser o que eram. Me refiro a organização e compromisso das pessoas, o levar adiante o que se diz, ter a coragem de encarar as dificuldades e adversidades até o fim, ter a capacidade de buscar saídas nos momentos difíceis. Essa geração que aflora inerte, que germina tecnologicamente no mundo é sem dúvida a geração do descompromisso com as coisas importantes da vida. Estou a achar que foi eu quem nasci há 10 mil anos atrás. O que está havendo é na verdade uma carência de seres exemplares, que possam fazer minar novamente responsabilidade, compromisso, educação ambiental e social. O que fazer com uma geração que se prostitui visualmente, sonoramente e intelectualmente? As coisas precisam voltar a ser o que eram no sentido de uma maior entrega ao que se faz e ao que se cria, as pessoas estão deixando tudo pela metade e isso não bom, estão esquecendo, estão natimortas, estão virando os verdadeiros valores de cabeça para baixo e isso não é bom mesmo. O politicamente correto acabou com nossa sociedade e vejo isso de uma forma cômica porque as pessoas se deixam levar pelas opiniões midiáticas e é por isso que a geração do agora é limitada intelectualmente, não teremos mais nenhum grande gênio porque essa é uma geração de filhinhos da mamãe que esperam comida no prato, roupa lavada e cama forrada. Que nojo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário