domingo, 23 de março de 2014

Os jesuítas e a “boa nova”



A primeira coisa que os jesuítas fizeram ao desembarcar em terras brasileiras e avistarem os selvagem e inocentes indígenas foi pisar no deus dos selvagens e instituir o deus judaico-cristão. É a partir desse momento que começa a escravidão. A catequese foi o ponto principal para servidão que perduraria até a princesa Isabel e a lei áurea. Hoje as crianças são direcionadas para a igreja católica em busca do catecismo, eis um legado deixado pelos jesuítas: a servidão catequista. Que tipo de pais permitem que seus filhos sejam manipulados dessa forma por uma doutrina que causou tanta dor, que escravizou e escraviza. As crianças não sabem mais usurpam sua liberdade antes mesmo de alcançar a razão para a escolha que condiz com seus pensamentos mais verdadeiros. Os índios eram crianças aos olhos dos catequistas e criança é muito mais fácil de enganar, pois esses não possuem armas verbais para contra-atacar os farsantes. Muitas criancinhas por ai não sabem que a “primeira comunhão” é um ato de covardia contra a liberdade, contra a razão. Se o jesuíta algum dia foi santo com certeza existiram ou existem demônios.

***

Catecismo do latim tadio catechismus, por sua vez originado do termo grego κατηχισμός, derivado do verbo κατηχέω que significa "instruir a viva voz" (Wikipédia)

Catequese do latim tadio catechesis, por sua vez do grego κατήχησις, derivado do verbo κατηχέω que significa "instruir a viva voz" (Wikipédia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário