sexta-feira, 6 de setembro de 2013

A solidão




 O Solitário

“Odeio seguir alguém tanto quanto dirigir.
Obedecer? Não! E nunca, nunca – governar!
Quem não é terrível para si mesmo, a ninguém saberia inspirar terror:
E só aquele que o inspira sabe dirigir os outros.
Já me é odioso alumiar-me a mim mesmo!
Gosto de me perder um tempo,
Como os animais silvestres e marinhos,
Agachar-me em algum labirinto charmoso,
Por fim, de longe, chamar-me pouco a pouco a casa –
Para regressar a mim, e eu mesmo – me seduzir.”

                                          NIETZSCHE



Nenhum comentário:

Postar um comentário