sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Uma pequena ponderação sobre o Pondé

Ouvir o PONDÉ falar é um verdadeiro martírio para os meus ouvidos. È preciso um pouco de autenticidade para falar por si só e ele não tem essa autenticidade. Ele fala com um alto ego enjoativo, ele é um verdadeiro chato, mastiga uma filosofia atual sem sal, ou melhor, dizendo sem tempero algum. Não só ele mais uma maioria dessa atualidade de pensadores que cutuam uma filosofia póstuma.

3 comentários:

  1. Há que se pensar uma nova filosia, quente, viva e atual,e há que se ter coragem de queimar os velhos livros tão cultuados pelos meios acadêmicos.
    Deus morreu, Nietzsche e Sartre também morreram, e a filosia? Não.
    É preciso enterra-los, e reaprender a pensar.

    ResponderExcluir
  2. E caras como o Pondé, são só caras com diplomas universitários, não filósofos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo, mas ainda é preciso dos grandes filosofos como Nietzsche e Sartre como molde de uma construção de filosofia que precisa ser autentica. A base vem dos grandes do passado, mas vc tem que ser autentico todo o tempo, chega de imitações, chega do plagio pensamentista e da repetição sem limites. Abraços agradecidos pela visita.

      Excluir