quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Do livro AS PALAVRAS DE SARAMAGO

"Penso que para se ser um ateu coerente faz falta um alto grau de religiosidade. O ateísmo não é incompatível com uma postura religiosa. Nem se trata de substituir Deus pela humanidade. É mais um sentimento de uma grandeza imensa que tem a ver com o Universo. E isto é suficiente, por que ainda que eu não coloque Deus nesse Universo, a minha posição é o que chamamos de transcedente, uma palavra que se costuma ultilizar pensando em Deus e que eu utilizo noutra direção. O que me transcede é a matéria, a terra, toda ela, com os seus mares e as suas multidões. E a minha religiosidade começa, se você preferir, na relação que tenho com o meu país."

José Saramago

Nenhum comentário:

Postar um comentário