segunda-feira, 18 de outubro de 2010

A moral política do século XXI


Política e moral dois conceitos infiéis as formas fajutas de princípios do ser humano que de forma alguma consegue entender a velha política de “pão e circo” que não fica velha nunca, apenas se transforma, se modifica e se encaixa aos padrões de vulgaridade dos donos do voto. A, mas nós temos a democracia e ela é poderosa – poderosa coisa nenhuma é utopia de vermes que pensam estarem exercendo seu direito e não vê o contraste entre a política que se defasa a cada avançar de século e o cidadão em constante adaptação a própria política imoral, ao próprio meio contaminado por sanguessugas do poder. O discurso perfeito, as promessas que nunca acabam e uma afanação que é de mais frustrante no meio político. Tenho pra mim que política é uma doença, doença que degenera a moral, que mata a moral e a ética sendo vedado o direito a evolução. Os homens dizem ter ética, moral e razão – razão pode sim ter, a razão clandestina e razão do existir, razão patriótica patética, o homem que despeja seu voto insano em qualquer espécie de políticos ele o é igual, ou seja, é porco e mesquinho. No meio político não existe moral nem ética e se existe moral e ética é a moral e ética deprimente de cada século que aflora em uma nova aurora. Se realmente existe uma política descente essa política ainda esta por vi e não virá com o mesmo nome de bando de aves de rapina vira com os conceitos morais jamais conhecido pelo homem, virá separada total e completamente da igreja. O que posso afirmar é que a única democracia que se pode levantar o chapéu é a democracia Européia lá as pessoas lutam por seus direitos a pau e pedra a soco e ponta pé, lá as pessoas distinguem bem política de moral e lavam bem a ética moral sob gritos de protestos, aqui o carnaval é o único protesto de uma liberdade suprema em que todos gritam: “Urino onde quero, faço sexo sem camisinha onde quero, uso as drogas que quero e vejo o bloco passar” o Brasileiro e sua conformidade ainda carregam o lema de “Sou brasileiro e não desisto nunca” sendo que o desistir ocorre quando abriga a moral profana que carregam nas costas largas de animais que suportam a carga conformadamente e o que se vê no alto? Homens do trono comendo da ignorância e conformação dos animais de costas larga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário